Skip Navigation Links

O R.E.R. NO RIO DE JANEIRO

O Início - Agosto de 2012


 
Ouvia-se falar do Rito Escocês Retificado, mencionado principalmente dentro do Martinismo, como sendo um Rito Maçônico muito esotérico, místico e criado por um Grande Mestre Maçom do passado, Jean-Baptiste de Willermoz, baseado em sua inspiração própria e no trabalho de outros Mestres que o antecederam, segundo o que se chama no meio iniciático de Tradição Primordial. 
 
Mas os mesmos rumores sobre o RER diziam que o mais próximo que tínhamos dele estava em Portugal, em alguma Potência Maçônica da qual não sabíamos o nome.

Eis que soube-se que havia um grupo na
Grande Loja - GLMERJ, que estava implementando o Rito bem aqui no Rio de Janeiro.
 
 
Aproveitando as boas relações diplomáticas entre o GOIRJ e a GLMERJ foi-se até o Palácio Maçônico da Rua Mariz e Barros, onde houve uma ótima recepção pelos Irmãos da Grande Loja, que nos contagiaram com sua simplicidade, amizade e conhecimentos sobre o RER e a Maçonaria, em uma atitude muito mais cordial do que um Tratado de Amizade ou de Intervisitação entre as Potências poderia proporcionar.

Então o que parecia um tesouro escondido, em uma distante potência maçônica, além-mar, começou a se tornar realidade. Assistimos um magnífico ritual, fizemos novas amizades, e como se por obra dos Mestres Maçons do Passado eis que o Rito Escocês Retificado passava de uma estória para uma realidade.


 


Fomos brindados com um exemplar da Revista "A Gazeta do Maçom", onde tinha sido comentado, em uma reportagem de três páginas, sobre a criação de um grupo de estudos sobre o RER.

Ouvimos falar de como em cerca de um mês este projeto de grupo de estudos publicado na Revista “A Gazeta do Maçom” já tinha se transformado em uma Loja Maçônica, com vinte e cinco membros, maioria dos quais Mestres Maçons e também Mestres Instalados , e totalmente regularizada na GLMERJ.

Descobrimos que tínhamos vários conhecidos em comuns, tanto na maçonaria como em outras ordens iniciáticas, e o mesmo sonho de participar no Rio de Janeiro de  uma Maçonaria mais espiritualizada, voltada para os estudos maçônicos, seguindo uma tradição que em parte se perdeu nas últimas décadas na Maçonaria carioca e também na Brasileira.

Muito impressionados com a recepção calorosa que nos foi dada pelos Irmãos da recém-fundada A.R.L.M. Tradição Templária 190 partimos para uma segunda etapa: conversarmos com os Irmãos da nossa loja, A.R.L.S. Regeneração e Ordem 7, a maioria dos quais, se não todos, nunca tinha ido à GLMERJ. 

Mas eis que acreditaram em nossas palavras, e a A.R.L.S Regeneração e Ordem 7 compareceu em peso ao Palácio Maçônico da Mariz e Barros, onde, na 
primeira das reuniões históricas que se seguiram, foram todos muito bem recebidos pelos irmãos da A.R.L.M. Tradição Templária 190. 

A partir deste momento tudo ocorreu com uma rapidez que não esperávamos: os irmãos da  ARLS Regeneração e Ordem aprovaram em Ata a troca do Rito da Loja, de Rito Escocês Antigo e Aceito para o Rito Escocês Retificado, o qual ainda precisava ser reconhecido pela Soberana Assembleia Legislativa (S.A.L.) do GOIRJ como um Rito Maçônico válido de ser praticado pelas Lojas do GOIRJ.  

Mais eis que a boa vontade dos Deputados da SAL prevaleceu e o RER passou a ser reconhecido oficialmente como um Rito a ser praticado por qualquer loja do GOIRJ que assim desejar.

A A.R.L.S. Regeneração e Ordem 7 conseguiu a 
troca de sua Carta Constitutiva, para que o RER constasse como o Rito praticado pela Loja, e a partir deste momento foi providenciado a troca dos Rituais, dos Paramentos,  e começou-se a estudar o RER, sempre em conjunto e com a Orientação Ritualística e Iniciática dos Irmãos Membros da ARLM Tradição Templária 190.  
 
O Resultado foi que as duas Lojas se tornaram Lojas Irmãs e os membros da A.R.L.M. Tradição Templária 190 presentearam os Irmãos da A.R.L.S. Regeneração e Ordem 7 com títulos de Membros Honorários da mesma e o gesto foi repetido no GOIRJ, quando os membros da A.R.L.M. Tradição Templária 190 foram agraciados com títulos de Membros Honorários da A.R.L.S. Regeneração e Ordem 7, estreitando ainda mais os laços de Amizade entre as Potências Maçônicas das quais elas fazem parte. 

Hoje em dia o RER está definitivamente implantado em seus Graus Simbólicos (Aprendiz, Companheiro e Mestre) no Rio de Janeiro, e novos Irmãos se juntaram nesta caminhada em busca de aperfeiçoamento moral e de uma Maçonaria mais espiritualizada, seguindo os passos dos Mestres Maçons do Passado que nos deixaram este legado de Conhecimento e Sabedoria que está contido dentro do Rito Escocês Retificado.

 
 
 
Para ler a Revista "A Gazeta do Maçom" , Ano VII, Número 14, de julho de 2012, clique aqui.

 
   


 


   
Copyright © 2017 Maçonaria Virtual